Uopeccan lança novo aplicativo para recebimento de doações; saiba como ajudar

Diante do atual cenário da covid-19, as doações tornaram-se grandes aliadas para minimizar os danos provocados pela pandemia que assola o país, as instituições filantrópicas começaram buscar formas de angariar fundos para manter seus serviços, como é o caso do Complexo Hospitalar Uopeccan. A entidade lança nesse mês uma nova ferramenta para o recebimento de doações, o aplicativo ‘Doe Uopeccan’, desenvolvido em parceria com a Gazin, que tem por objetivo arrecadar dinheiro que será destinado para manutenção das duas unidades de Cascavel e Umuarama, beneficiando o tratamento oncológico de milhares de pessoas através de um smartphone. “Quando começamos desenvolver esse projeto, vimos como uma oportunidade de ajudar o próximo e melhorar a vida das pessoas”, destacou o desenvolvedor do aplicativo,  Gustavo Dossi.

Segundo o coordenador de marketing da Gazin, Paulo Henrique de Souza, esse novo formato vem para garantir segurança no momento que a pessoa realizar a sua contribuição. “A ideia do aplicativo veio para facilitar e auxiliar Uopeccan na arrecadação de doações, reconhecemos a prestação de serviço oferecida pela instituição, que se dedica em tratar seus pacientes com empatia e amor.  Sabendo dessa necessidade, conversei com os colegas de trabalho que desenvolvem aplicativos e propôs para eles a criação desse app de forma voluntária”, finaliza.

A ferramenta está disponível gratuitamente para dispositivos Android e oferece a opção para que o usuário faça doação através do cartão de crédito. “Com apenas um clique as contribuições poderão ser realizadas de qualquer lugar e horário. Convidamos todos os apoiadores da Uopeccan para ajudarem na divulgação do app, precisamos ampliar nossas arrecadações, principalmente neste período com a pandemia. Agradecemos de coração ao Paulinho e a todos envolvidos no desenvolvimento do aplicativo. Gazin é uma grande parceira da instituição e estimula isso em sua equipe de colaboradores”, enfatiza a gerente de assuntos institucionais, Kelyn Aires.