Segurança dos pacientes: uma prática necessária!

No Hospital Uopeccan, a segurança dos pacientes é uma preocupação constante

O mês de abril é um marco na saúde, pois, em alusão ao Programa Nacional de Segurança do Paciente, abril é um período para conscientizar profissionais de saúde, gestores, órgãos governamentais, pacientes, educadores e sociedade sobre a necessidade da implementação das práticas de segurança dentro dos serviços de saúde.

Para isso, o Hospital Uopeccan conta com um Núcleo de Segurança do Paciente que estabelece metas tidas como essenciais para que o PNS seja aplicado, sendo elas: identificar corretamente o paciente; melhorar a eficácia da comunicação; melhorar a segurança de medicamentos e alta vigilância; garantir o local correto, o procedimento correto e a cirurgia no paciente correto; reduzir o risco de infecções e reduzir o risco de danos aos pacientes.

Em Cascavel e Umuarama, o Hospital Uopeccan foca nestas metas diariamente. Nesse sentido, a instituição vai além e busca melhorar e inovar a cada dia. Para isso, o Hospital investe na capacitação dos seus profissionais, moderniza sistemas e infraestrutura e busca aliar as técnicas e métodos para oferecer a melhor assistência médico-hospitalar aos seus pacientes. Com todos estes processos, em 2016 o Hospital recebeu o selo de Qualidade/Acreditação fornecido pela ONA, a Organização Nacional de Acreditação. Este reconhecimento, segundo o enfermeiro coordenador do setor de Qualidade da instituição, é uma garantia a mais para a sociedade. “A qualidade em si é o resultado obtido através das melhorias contínuas de todos os processos dentro da nossa instituição. Por isso, hoje o nosso paciente tem vários benefícios como o cuidado integrado, a melhor organização dos trabalhos, a segurança hospitalar e a garantia de que toda a equipe está em um processo constante de aprimoramento”, explica Miguel Silva.

No Paraná, a Uopeccan é o único CACON (Centro de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia) que possui o selo da ONA. Para a gerente de serviços de saúde do Hospital, Gladys Mari Rodrigues, o reconhecimento é uma maneira de assegurar o diagnóstico precoce do câncer e, com isso, um tratamento eficiente.Este selo nos traz muito orgulho… A acreditação é um processo que leva em consideração diversos aspectos, incluindo a segurança do paciente. Hoje, se temos este selo, é porque temos processos corretos e, assim, garantimos a segurança de quem nos procura. Dessa forma, podemos passar maior credibilidade aos pacientes, acompanhantes, familiares e para a comunidade. Afinal, é esse o nosso legado: mostrar eficiência aos que acreditam no nosso trabalho”, enfatiza Gladys.

O processo de acreditação não é vitalício – ele pode, ou não, ser revalidado a cada dois anos. Com essa possibilidade, Gladys garante que, aos poucos, a segurança do paciente se torna algo enraizado na instituição. “Este processo vem para proteger o paciente desde a sua chegada, atendimento, tempo de espera, tratamento e saída com sucesso. Nós, enquanto Uopeccan, queremos continuar acreditados e com isso geramos uma cultura para termos um ambiente cada vez melhor a fim de atender os nossos pacientes e suas necessidades”, finaliza Gladys.

Selo de acreditação hospitalar