Produtividade, saúde e qualidade de vida!

Comércio em Movimento, do SESC, promove conhecimento e integração aos colaboradores da Uopeccan

A mesa está cheia de papéis lembrando a quantidade de trabalho que você tem a fazer. O telefone toca sem parar. O e-mail está com a caixa de entrada lotada – e a de spam também. Fala a verdade: no meio dessa loucura diária, você nem se lembra de sentar corretamente na cadeira, descansar os pés em um apoio adequado, se levantar para alongar de vez em quando e nem sequer imagina que o posicionamento do mouse influencia na sua saúde.
Mas você não é o único… A gente sabe que você dá aquela esticadinha durante a ginástica laboral, mas, fala sério: quando você volta a focar na rotina, parece que nem tem tempo para a ergonomia, não é mesmo? Pois bem… A ergonomia no trabalho, apesar de ser extremamente importante para a produtividade e qualidade de vida, é esquecida no meio dos afazeres diários. Por isso, o projeto Comércio em Movimento, do SESC, trouxe até o Hospital Uopeccan o fisioterapeuta Fernando Frae para relembrar a importância dessas pequenas mudanças rotineiras e reforçar o trabalho que já é realizado pelos colaboradores que se voluntariam a coordenar o programa de ginástica laboral. “É um benefício para o colaborador ter, durante o horário de expediente, esse momento de aprendizado. É um horário diferente e bem produtivo para eles”, afirma Priscila Araújo, enfermeira do trabalho do Hospital.

 

O PROJETO
Além da palestra sobre ergonomia, o projeto Comércio em Movimento tenta envolver vários setores em atividades como corrida, caminhada, workshops, oficinas de dança e até aulas de artesanato. Dentro e fora das empresas parceiras, o SESC proporciona aos colaboradores a consciência de que além da preocupação com o trabalho, é preciso se atentar à qualidade de vida. No Hospital Uopeccan, já havia certa vontade de fomentar essas atividades, mas ainda não havia um projeto consolidado que fizesse isso. Com o convite para integrar o Comércio em Movimento, as ideias se somaram. “Já havia um convite no ano passado, mas por conta dos horários e formato, não conseguimos participar. Porém, neste ano, conseguimos participar do projeto, que hoje agrada e atende as expectativas de vários colaboradores, já que oferecem atividades para vários públicos. Quem não gosta muito de correr, por exemplo, participa das oficinas. É bem interessante”, afirma a supervisora do setor de Recursos Humanos da Uopeccan, Raquel Rodrigues.

 

CORRIDA

Se os que não gostam de correr optam pelas oficinas, os que gostam das corridas têm prato cheio no projeto. No último sábado, 10/06, colaboradores do Hospital Uopeccan se uniram aos colaboradores de outras empresas, indústrias e entidades. O desafio? Correr 5 km em Umuarama. “Eu não fazia exercício algum e, com o projeto, nós treinamos todas as terças e quintas. Acabou dando certo para irmos até Umuarama correr e eu fiquei muito feliz de ter finalizado a prova, ter chegado até o fim da corrida e ainda ter ganhado uma medalha de participação”, afirma Jéssica Bischoff, do setor de recrutamento do Hospital Uopeccan. “É um desafio, mas faz bem à saúde e também motiva os outros colaboradores a participarem do projeto”, completa.

A próxima corrida será em Marechal Cândido Rondon e as expectativas já são grandes em relação aos que irão chegar até o pódio. Mas, segundo o administrador do Hospital, Luciano Maldonado, o que importa mesmo é a integração e a promoção do bem-estar. “Trazer essas atividades externas durante o horário de trabalho promove a motivação dos nossos colaboradores. Sem contar que ao promover essas ações, o SESC consegue cuidar da saúde dos trabalhadores de Cascavel”, garante Luciano.
No Hospital Uopeccan, as atividades são organizadas pela psicóloga do setor de recrutamento, Tatiana Lemos e pela enfermeira do trabalho, Priscila Araújo Freitas. “Nós recebemos as propostas do SESC e organizamos os horários e as divulgações dos eventos. É muito bom porque promove a saúde no trabalho”, finaliza Priscila.

E você… Está esperando o que para entrar no movimento?!