Palestra sobre câncer infantojuvenil será hoje em Medianeira

Evento foi idealizado pela Associação Anjos do Bem em parceria com Hospital Uopeccan

 

Nesta sexta-feira, a partir das 19 horas, Medianeira vai sediar uma palestra sobre câncer infantojuvenil. Com o objetivo de informar a população sobre sinais e sintomas e a importância do diagnóstico precoce, a palestra será ministrada pela médica oncopediatra do Hospital Uopeccan, dra. Carmem Fiori.

Serão abordadas as principais dúvidas sobre a doença, quais são os sinais que o corpo dá e também sobre quais são os caminhos para que a criança e o adolescente cheguem ao serviço de referência de maneira rápida e efetiva.
A palestra foi idealizada pela Associação Anjos do Bem, em conjunto com o Hospital Uopeccan. A entrada é gratuita e o evento será realizado no CPC Arandurá, localizado na Av. Brasil, região central de Medianeira.

Câncer infantojuvenil

Mesmo sendo uma doença rara, o câncer infantojuvenil representa a segunda maior causa de mortes na faixa de 0 a 19 anos. Por outro lado, o índice de cura chega a 80% se diagnosticado precocemente. Considerando que são vários os sinais para os tipos mais comuns do câncer infantojuvenil, alguns sintomas, quando persistentes, merecem a atenção dos pais ou responsáveis pelas crianças e adolescentes. Febre persistente, hematomas pelo corpo, palidez sem explicação, diminuição da capacidade motora, dores nos ossos, fraqueza, dores de cabeça e vômito já pela manhã, aumento do tamanho da barriga, ínguas e caroços em regiões como virilha e pescoço e até mesmo presença de um brilho branco em um ou nos dois olhos quando a criança sai em fotografias com flash.

Diante da persistência de qualquer um destes sinais, é ideal que se procure uma unidade básica de saúde e/ou um pediatra para que o acompanhamento seja feito e, se necessário, haja encaminhamento para unidades de referência.