Pacientes da oncopediatria da Uopeccan visitam a PRF

Brincadeiras, comes e bebes, personagens e super-heróis marcaram a tarde da criançada

Na tarde desta quarta-feira (28), as crianças que fazem tratamento contra o câncer na Uopeccan, tiveram a oportunidade de conhecer a estrutura da sede da PRF (Polícia Rodoviária Federal), em Cascavel.

A diversão começou logo na saída do hospital, onde personagens infantis e a “mulher-maravilha”, juntamente com os policiais estavam à espera dos pequenos, para animar e fazer festa durante a tarde.

Ricardo Barreto Salgueiro é chefe do núcleo de policiamento e fiscalização da PRF, e faz parte do projeto e ressalta a importância de ter essa convivência com os pequeninos. “Nós vivemos em um ambiente não tão bom, e quando a gente se fasta da rotina do nosso trabalho e se aproxima dessas crianças a gente descobre que a vida é bem mais do que a gente faz”.

As crianças foram “escoltadas” até a PRF, lá foram recebidas com brincadeiras, bolos, doces, refrigerantes e picolés à vontade. Além da diversão, os pequenos puderam aproveitar o tempo e dar um tapa no visual, um cabelereiro estava à disposição para agradar e fazer as vontades deles.

Salgueiro ainda afirma que os companheiros que ajudaram a realizar a festa estavam de maneira voluntária, alguns vieram de outras cidades à serviço, porém, fizeram questão de estarem presentes. “Eles também ajudaram com doações, tivemos parceiros que nos auxiliaram, mas muita coisa que oferecemos hoje é fruto de doações dos próprios policiais”, ressalta o PRF.

Os policiais apresentaram os cães farejadores, que também se divertiram com a presença da criançada, os pacientes também puderam andar nas motos e viaturas da PRF. Para deixar a tarde ainda mais divertida, o Papai Noel da PRF visitou os pequenos e já adiantou os presentes de natal.

Para o policial Salgueiro, é importante ter uma proximidade com as crianças, dessa forma eles podem conhecer o trabalho da polícia. “Eles se desligam do ambiente hospitalar, são crianças que travam uma batalha de gente grande, e a gente acredita que trazendo elas aqui, elas se desligam um pouco desse lado”, ressalta.

Auzira Buré faz parte da LFCC (Legião Feminina de Combate ao Câncer) e diz que é gratificante ver a felicidade que eles voltam para o hospital “ Sair e conhecer outros lugares melhora a auto estima deles, trazendo momentos de alegria e descontração para quem está em tratamento”, afirma.