Paciente de 5 anos faz ensaio fotográfico para comemorar o término do tratamento da leucemia

O pequeno Gabriel Peratelli, de 5 anos, comemora juntamente com a família o término do tratamento da leucemia. Diagnosticado com um ano de idade, Gabriel enfrentou diversos desafios para realizar o tratamento oncológico. Foram 3 anos e 8 meses de luta, sessões de quimioterapia, internações, intercorrências e vários dias na UTI na Uopeccan de Cascavel.

A mãe de Gabriel, Daniela Peratelli, conta que os primeiros sinais surgiram quando ele parou de andar e apresentou febre e hematomas nas pernas. Ela destaca a importância do autocuidado e atenção diante das alterações no desenvolvimento da criança.  “Ninguém conhece melhor os filhos do que os próprios pais, o médico estuda a doença e o que pode ser, mas os pais precisam ficar atentos aos sintomas do câncer infantojuvenil”, orienta a mãe.

O diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil aumenta as chances de cura superior a 70%, quando é descoberto no início da doença. O câncer pode atingir qualquer faixa etária e surgir em diversos locais do corpo da criança. Os mais frequentes são: leucemia, câncer na cabeça e ínguas (Linfomas). O menos frequentes: tumor no rim, na supra renal, tumor ósseo, no musculo, tumor no olho, tumor de fígado, de testículo/ovário e outros.

Gabriel realizou em março desse ano a última sessão de quimioterapia e a retirada do cateter em novembro. “É um privilégio acompanhar a evolução do Gabriel durante o tratamento, agora ele irá ter o acompanhamento médico por cinco anos, e depois finalmente vamos comemorar juntos, a cura da doença”, complementa a médica Oncologista pediátrica, Carmem Fiori.

Daniela Peratelli lembra que o suporte oferecido pela equipe multidisciplinar da Uopeccan foi essencial para o tratamento do filho desde o começo. “Quero agradecer toda a equipe da Uopeccan que contribuíram de alguma forma para que esse dia chegasse, vocês conduziram com amor, carinho e profissionalismo. Obrigada por vocês existirem e enquanto eu viver gritarei aos quatro ventos que vocês são sensacionais”, afirmou a mãe.

A família de Gabriel resolveu fazer um ensaio fotográfico para comemorar a vitória. Nas fotos, Gabriel estampa um sorriso de alegria e carrega nas mãos um balão com a frase: “Eu venci o câncer, a cura chegou”.  “Fiz as fotos porque quero que fique marcado e para compartilhar que o câncer tem cura. Ele é um guerreiro. As fotografias são uma forma de celebrar essa conquista para que ele veja quando crescer, que ele superou a doença”, afirmou a mãe.

A comemoração da vitória pelo término do tratamento do câncer de Gabriel foi registrada pelas lentes da fotógrafa Kelly Marafon, que atua no ramo há 6 anos. “Minha missão é eternizar os melhores momentos na vida dos meus clientes, a cura do Gabriel foi o ensaio mais emocionante que eu fiz.  Não tenho palavras para descrever, as imagens falam por si. Parabéns, Gabriel guerreiro”.

 

Créditos: Kelly Marafon