Paciente da Uopeccan conta como descobriu o câncer de mama com 28 anos

O diagnóstico do câncer de mama não é fácil para nenhuma mulher, imagine então para uma jovem de apenas 28 anos. Pois é essa a realidade de Bruna de Bortoli. Ela conta que descobriu o nódulo em janeiro deste ano, passando a mão no seio durante o banho. “Foi através do autoexame que não era rotina pra mim, eu senti um nódulo do lado esquerdo. Em março fui diagnosticada com câncer de mama, e em abril iniciei o tratamento na Uopeccan de Cascavel”.

Bruna diz que depois da descoberta tem incentivado outras mulheres realizar o autoexame e encoraja aquelas que estão lutando contra o câncer. “O autocuidado incentiva outras pessoas se cuidarem. Não tenha vergonha de assumir seja sua careca, tratamento e a doença. Hoje os estudos são avançados e câncer de mama tem cura. A cada dia descubro a força que eu tenho para lutar, eu consigo ser mais forte que eu imagino, aprendi que não preciso levar a vida tão ‘ao pé da letra’ e aproveito os momentos com mais intensidade”.

Segundo a médica oncologista clínica Juliana Seeber, o câncer de mama acomete geralmente mulheres a partir dos 50 anos, porém pode ocorrer em qualquer idade. “Nas mulheres mais jovens, o câncer pode estar associado a alguma predisposição genética hereditária e costuma ter um comportamento mais agressivo. Abaixo dos 40 anos é mais frequente o subtipo chamado triplo negativo, que é o câncer de mama não hormonal. Esse tumor cresce e espalha com mais rapidez que os demais subtipos”, explicou a especialista.

Algumas medidas ajudam prevenir o câncer de mama na juventude, sendo elas, a prática de atividade física (pelo menos 150 minutos por semana), o controle do peso corporal, uma boa alimentação e evitar álcool e tabaco.

Autoexame

O diagnóstico precoce do câncer de mama permite um tratamento menos agressivo e aumenta as chances de cura. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer, aproximadamente 80% dos casos são descobertos pelas próprias mulheres, por isso é fundamental saber como fazer o autoexame de mama e transformar esse cuidado em um hábito diário. “É fundamental que a mulher conheça seu corpo, realize o autoexame e faça a mamografia a partir dos 40 anos de idade. Já para aquelas com história familiar de câncer de mama, a idade para o início do rastreamento é ainda menor. Por isso, em caso de dúvidas, é fundamental procurar um médico”, orientou a oncologista Juliana Seeber.

O autoexame pode ser feito pela própria mulher, em frente ao espelho ou banho e deitada observando sinais como, pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja, alterações no bico do peito (mamilo), pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço e saída espontânea de líquido anormal pelos mamilos.

 

Mamografia

Durante todo o ano, as mulheres acima de 40 anos podem agendar exames de mamografia pelo SUS, diretamente no CDI (Centro de Diagnóstico por Imagem) do Hospital Uopeccan. Os telefones para agendamento são (45) 2101-7015 em Cascavel e (44) 2031-0754 em Umuarama.