ALERTA – NORTE E SUL CESTAS BÁSICAS

O Hospital Uopeccan informa que não está organizando nenhuma rifa nem qualquer outro tipo de parceria com a Norte e Sul cestas básicas. Informações dão conta de que homens estão passando pelas casas e estabelecimentos de algumas regiões do estado do Paraná pedindo ajuda num suposto projeto atribuído a Norte e Sul CeStas Básicas. O que se sabe, até o momento, é que durante a abordagem, os homens que se dizem membros da Norte e Sul Cestas Básicas indicam valores de R$100 a R$250,00 para que a pessoa doe, prometendo que este dinheiro será revertido para a Uopeccan. Segundo relatos, os homens também alegam que as doações podem ser conferidas no site do Hospital Uopeccan. Porém, o Hospital Uopeccan informa que não recebeu nenhum tipo de auxílio desta organização e não houve nenhuma sinalização oficial deste tipo de apoio. Sendo assim, a parceria não é validada pela instituição.
Caso a comunidade queira ajudar promovendo ações, rifas ou mesmo coletando doações, é recomendado que os interessados repassem todas as informações do projeto solidário para o setor de Captação de Recursos e Projetos do Hospital Uopeccan pelo telefone (45) 2101-7025 ou pelo site https://www.uopeccan.org.br/projetos de modo que todos os trâmites sejam cumpridos e a campanha seja oficializada.
Em casos de abordagens suspeitas, o Hospital reforça que está à disposição da comunidade para prestar os devidos esclarecimentos.
Telemarketing
O Hospital Uopeccan conta com um setor de Telemarketing, que possui centrais de atendimento em Cascavel, Foz do Iguaçu e Umuarama. Pelo telefone, operadores de telemarketing da Uopeccan pedem doações para a manutenção do complexo hospitalar, com ênfase em campanhas específicas, eventos ou arrecadações para custeio de determinados setores. Caso haja dúvida se alguma abordagem é ou não autêntica, é possível entrar em contato pelo telefone (45) 2101-7022 ou pelo e-mail elaine.assis@uopeccan.org.br , lembrando que o telemarketing funciona de segunda a sexta, das 8h às 20h e aos sábados, das 8h às 16h.
Em nenhum momento, o Hospital pede depósitos de valores em dinheiro para o custeio de procedimentos ou medicamentos. Esta parte é feita pelos setores responsáveis, como Tesouraria e Faturamento, que não faz abordagens telefônicas pedindo depósitos imediatos.