Enfermeiros e técnicos: profissionais que exercem a sensibilidade

O Dia Internacional da Enfermagem, comemorado no dia 12, e o Dia do Técnico e do Auxiliar de Enfermagem, celebrado nesta sexta-feira (20), tem por objetivo reconhecer o valioso trabalho dos profissionais, que atuam em serviços de saúde, com a valorosa missão de prestar um atendimento humanizado além do cuidar de pacientes.

No Complexo Hospitalar Uopeccan, contamos com aproximadamente 514 profissionais de Enfermagem, sendo 278 em Cascavel e 236 em Umuarama.

“O técnico de enfermagem realiza rotinas assistenciais do cuidado direto ao paciente, como medicação, banho, mudança de decúbito [posição], avaliação dos sinais vitais. O enfermeiro realiza os processos invasivos, plano de cuidado baseado na sistematização da assistência de enfermagem, que visa atender o paciente nas suas necessidades básicas essenciais, além da gestão, coordenação e direcionamento das rotinas de atendimento do setor”, explica a Supervisora de Enfermagem da Uopeccan de Cascavel, Audrey Horochoski, sobre as diferenças entre os dois profissionais.

Dessa forma, existe uma sistematização do cuidado, para que seja oferecido de forma individualizada a cada pessoa. “A enfermagem busca assistir o paciente no todo, atendendo suas necessidades de forma humanizada e ética”, completa a Supervisora de Enfermagem da Uopeccan de Umuarama, Cíntia Braga.

Reconhecimento do trabalho

Parte importante da equipe multidisciplinar, a equipe de enfermagem é reconhecida não apenas internamente, como também na comunidade.

“Quando eu me refiro a nossa equipe de enfermagem, o faço com muito orgulho, pois o trabalho destes é muito bem visto pela comunidade, bastante reconhecido por pacientes e familiares. O paciente oncológico por ter um tempo de estada maior no hospital, inúmeras vezes eles vêm para fazer quimioterapia, radioterapia, procedimentos cirúrgicos… essa proximidade com a instituição e a enfermagem é que nos torna reconhecidos como referência em humanização, agradece a Gerente de Serviços de Saúde de Cascavel, Gladys Rodrigues.

Ela lembra ainda dos profissionais que atuam e coordenam áreas administrativas do hospital, como Auditoria, Sesmt (Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho), NSP (Núcleo de Segurança do Paciente) e CCIH (Comissão de Controle de Infecção Hospitalar): “Precisamos externar essa nossa gratidão por eles e em especial aqueles que ficam por muito tempo na instituição, que fazem com que o paciente venha pra cá e se sinta muito seguro”.

Quem também evidencia a importância dos profissionais e do atendimento humanizado é a Gerente de Serviços de Saúde de Umuarama, Débora Cristina Caus, “a contribuição sempre será primordial para construção de relacionamentos interpessoais de qualidade, com um olhar diferenciado em prol do paciente e da família, enxergando-o como um ser humano completo que necessita de acolhimento”.