Dia Mundial do Câncer: Uopeccan realiza live de orientação sobre prevenção da doença

No dia 4 de fevereiro, data que é comemorada Dia Mundial do Câncer, o Hospital do Câncer Uopeccan realiza uma live, com a oncologista Clínica, Juliana Santos Seeber, A transmissão será pelo Instagram da Uopeccan, através do link https://www.instagram.com/uopeccan/, às 16h, abordando sobre a prevenção e diagnóstico precoce do câncer.

A data do Dia Mundial do Câncer é uma iniciativa global organizada pela União Internacional para o Controle do Câncer (UICC) com o apoio da Organização Mundial da Saúde (OMS). De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA) no Brasil, a estimativa para cada ano do triênio 2020-2022 aponta que ocorrerão 625 mil casos novos de câncer.

Os cânceres mais frequentes em 2020 nos homens foram o câncer de pulmão (14,5%), próstata (13,5%), cólon e reto (10,9%), estômago (7,2%) e fígado (6,3%). Nas mulheres, as maiores incidências foram câncer de mama (24,2%), cólon e reto (9,5%), pulmão (8,4%) e colo do útero (6,6%).

A oncologista Clínica da Uopeccan de Umuarama, Isabella Morais Tavares explica que o risco do desenvolvimento de tumores malignos pode aumentar substancialmente em algumas circunstâncias. “O tabagismo, consumo exagerado de bebida alcóolica, sedentarismo, obesidade, dieta rica em alimentos processados e embutidos, exposição solar, uso de hormônios, exposição à radiação e contaminação por HPV são algumas das condições que favorecem o surgimento das neoplasias malignas. Portanto, é muito importante cuidar da saúde e manter bons hábitos”, ressalta a médica.

Segundo o mastologista da Uopeccan de Cascavel, Emerson Wander Silva Soares as questões genéticas pode ser um dos fatores que influencia para o surgimento do câncer. “Um dos aspectos que pode influenciar no surgimento do câncer é a uma mutação genética, sendo que 5 a 10% dos casos essa mutação é hereditária”, explica o médico.

A prevenção do câncer deve ocorrer todos os dias, a mudança dos hábitos é um fator que ajuda, como por exemplo, a prática de atividades físicas, alimentação saudável, amamentação, exame preventivo do câncer do colo do útero (para mulheres entre 25 e 64 anos), vacina contra HPV e hepatite B, redução da exposição ao sol e dentre outros