Dia do farmacêutico: amor através medicação que auxilia no tratamento de pacientes oncológicos

Nesse dia 20 de janeiro, dia do farmacêutico, o Hospital do Câncer Uopeccan ressalta a importância do trabalho realizado na instituição pelos farmacêuticos. A Uopeccan conta com 16 farmacêuticos que trabalham no Complexo Hospitalar de Cascavel e Umuarama. Os profissionais realizam suas atividades em diversos setores, entres eles, na farmácia oncológica e hospitalar, clínica, CCIH e CAF. A gestão da área hospitalar é de grande complexidade, o hospital conta com a Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF), onde os medicamentos são armazenados para posteriormente auxiliar no tratamento de pacientes oncológicos.  No local é realizado toda a logística dos medicamentos, recebimento, armazenagem, controle de estoque e distribuição dos medicamentos e materiais para as farmácias e alas do hospital.

Segundo o farmacêutico da Uopeccan de Cascavel, Thiago Bandeira, o farmacêutico tem papel fundamental na CAF para fazer o armazenamento e conservação adequada dos medicamentos garantindo a qualidade e eficácia dos mesmos.  “Os cuidados são diversos, dentre os principais são o controle de temperatura e umidade, ambiente totalmente climatizado e a iluminação adequada para garantir integridade dos medicamentos fotossensíveis. É importante destacar que todos os itens não devem ficar em contato direto com o chão, paredes e teto, para evitar a transmissão de umidade e calor”, ressalta Thiago.

O armazenamento deve garantir a manutenção das características físico químicas e microbiológicas dos produtos durante do período de estocagem, evitando possíveis desvio de qualidade ou por vencimento. “A Central de Abastecimento Farmacêutico tem uma sala de recebimento o qual o responsável pelo recebimento confere todos os dados necessários que o produto requer. Somente após o lançamento desse item no sistema, o mesmo é direcionado para a sala de etiquetagem”, como explica a farmacêutica da CAF de Umuarama, Andressa Fuentes Uchida.

Depois da etiquetagem, os medicamentos são armazenados nas prateleiras conforme suas necessidades, produtos que requerem refrigeração são direcionados imediatamente para a geladeira e a medicação controlada para uma sala restrita. Depois desse processo que a medicação é liberada para outros setores.

O farmacêutico oncológico atua junto a equipe multidisciplinar, para maximizar os benefícios da terapia medicamentos e minimizar as toxicidades, esse profissional tem conhecimento especializado sobre a medicação e seus mecanismos de ação no combate ao câncer. “Ele é responsável pela avaliação da prescrição médica antes da manipulação até o final, possibilitando atendimento desde da aquisição de medicamentos até a manipulação do quimioterápico, cuidando da saúde do paciente e melhorando sua qualidade de vida.”, explica supervisora farmacêutica, Isabela de Azevedo Silva Baccarin.