Câncer de próstata: doença não apresenta sintomas em fase inicial

Por isso a importância de realizar os exames preventivos, a partir dos 50 anos, para homens sem fatores de risco.   

O câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma, conforme dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer) e apesar da alta incidência, alguns homens esperam para procurar um médico urologista apenas quando apresentam sintomas. “Em relação a números, mais de 60 mil novos casos surgiram de câncer de próstata e 1 a cada 6 homens terá câncer de próstata em algum momento da vida. Esperar por sintomas é inadequado, porque essa doença é assintomática no seu início. O homem só vai descobrir junto do seu médico, através de exames, como o toque retal e o exame de sangue”, explica o urologista do Hospital Uopeccan de Umuarama André Ricardo Lopes Garcia.

Este mês é Novembro Azul, período voltado especialmente para a saúde do homem e campanhas de conscientização sobre a importância do diagnóstico precoce. De acordo com o especialista, homens que possuem fatores de risco, como histórico familiar, obesidade, população negra, devem começar a investigar a partir dos 45 anos. Já homens que não apresentam fatores de risco, a partir dos 50 anos.

Porém, um tabu que ainda impede os homens de buscarem um urologista, é o medo do exame físico. “Existe uma estratégia para abordar o paciente. Prefiro inicialmente pedir um PSA (Antígeno Prostático Específico), explicar a ele que faremos o toque no retorno. Mas se é um paciente que eu já acompanho ou que traz outros exames e o PSA está dentro do valor de referência, eu posso discutir com ele a realização ou não do toque retal, podemos decidir juntos sobre esse exame”, tranquiliza o urologista André Garcia.

Formas de tratamento para o câncer de próstata

Quando o câncer de próstata é constatado, o médico responsável irá programar o tratamento de acordo com as características do tumor. “As formas de tratamento poderão ser desde acompanhamento, cirúrgico ou radioterápico, em casos de doenças que ainda possibilitem cura, ou quimioterapia, bloqueio hormonal, nas doenças mais avançadas que não permitem mais cura. Costumamos dizer que o câncer de próstata tem uma variedade muito grande de tratamento, uma chance muito boa de cura, quando diagnosticado no seu tempo correto. Não temos como prevenir e o mais correto é o diagnóstico precoce”, finaliza o médico.

Como agendar uma consulta na Uopeccan

Os homens que se encaixam na idade indicada para o exame, podem agendar uma consulta com os médicos especialistas por meio dos telefones dos convênios/particular (45) 2101-7132 (Cascavel) ou (44) 2031-0773 (Umuarama).

Pacientes do SUS devem procurar primeiro a Unidade Básica de Saúde mais próxima da residência.