Braço direito da Uopeccan, completa 30 anos! Parabéns LFCC

Você já deve ter visto mulheres com jaleco azul nos corredores ou nas proximidades do Hospital do Câncer Uopeccan, entregando toucas, cachecóis, máscaras e lenços para os pacientes. Essas são as legionárias, da Legião Feminina de Combate ao Câncer (LFCC). Podemos dizer que são o ‘braço direito’ da Uopeccan, auxiliando nas atividades desempenhada pela instituição. Além dessa ação, elas realizam outros afazeres, como explica a diretora da LFCC de Cascavel, Iria Maria Garmatz, “o trabalho desenvolvido por nós é fundamental, pois ajudamos na coordenação de recebimento e destinação de produtos doados pela comunidade no hospital, sendo eles; alimentos, produtos de limpeza, doação de cabelos e dentre outros, além disso capacitamos voluntários para que desenvolvam atividades no Complexo hospitalar”, ressaltou Iria.

Neste mês de agosto, a LFCC completa 30 anos, no dia 12 de agosto, nessa trajetória várias pessoas fizeram parte da família da legião. Atualmente são 16 mulheres que atuam em Cascavel e 24 em Umuarama. “Nossa gratidão é estendida para todas que já contribuíram por essa causa tão nobre, oferecendo seu tempo, carinho, amor aos nossos pacientes. Hoje, levamos esse legado que iniciou em 12 de agosto de 1991, agradeço a diretoria da Uopeccan, legionárias, parceiros, instituições, voluntários, pacientes e comunidade, que juntos continuam ajudando na construção da nossa história”, finalizou.

Para diretora da LFCC de Umuarama, Luciene Bolognini Tavares, as legionárias são como uma extensão da dedicação, que a Uopeccan tem com todos que necessitam da sua prestação de serviço. “É tudo feito com muita dedicação empatia e respeito. A equipe se dedica ao máximo para oferecer um serviço afetivo e humanizado. Parabéns LFCC pelos 30 anos de existência”, ressaltou Luciene.

“São 30 anos de trabalho árduo, com muita doação dessas mulheres, que dedicam o seu tempo para que os pacientes tenham um tratamento humanizado. Em nome de toda diretoria parabenizamos todas”, enfatizou o presidente da Uopeccan, Leopoldo Nestor Furlan.

Assistencialismo

As mulheres da Legião participam das campanhas de conscientização sobre o câncer, atuam em atividades de divulgação da Uopeccan em outros municípios, realizam as festividades comemorativas para os pacientes e também acompanham as visitas nas dependências externas do complexo, previamente agendadas junto à Instituição. Por conta da pandemia da covid-19, elas tiveram que se adaptarem ao novo formato, algumas foram afastadas, porém, no ano passado foi totalizado 1.051 horas de trabalho voluntário e aplicadas serigrafia 4.017 peças de enxoval do hospital.