Alimentos arrecadados em documentário serão destinados à Uopeccan

No dia 03 de agosto o Cine Coliseu de Cascavel recebe o documentário “O Silêncio das Rosas”, que retrata a violência sofrida por mulheres e casos de feminicídio. A exibição terá entrada solidária: 1kg de alimento não perecível, que será destinada ao Hospital do Câncer Uopeccan.

O trabalho, que apresenta 21 entrevistas, vem sendo exibido desde junho em diversas cidades do estado, com uma boa aceitação do público. “O Silêncio das Rosas está tendo uma repercussão muito grande por onde é exibido, impactando plateias, e queremos que isso também aconteça em Cascavel, onde a Uopeccan está fazendo um trabalho sensacional de divulgação. E como fazer a diferença na vida das pessoas é o principal objetivo deste trabalho, surgiu a ideia de pedir ao público a doação de um quilo de alimento não perecível para auxiliar as famílias assistidas pelo hospital do câncer. Esperamos que o Cine Coliseu fique lotado de pessoas de bom coração no dia 3 de agosto”, afirma o produtor e diretor, Eliton Oliveira.

Quem desejar assistir ao documentário e ajudar o hospital com uma doação, basta anotar as informações na agenda: será às 19h, na quarta-feira (03/08), no Cine Teatro Coliseu (Centro Cultural Gilberto Mayer). A doação deve ser entrega no dia da apresentação.

Sobre o documentário

O Silêncio das Rosas foi produzido pela Script Doctor Productions, de Maringá, e foi dirigido por Eliton Oliveira, profissional com mais de 20 anos de experiência em audiovisual.

De acordo com a divulgação, o objetivo da produção é responder diversas perguntas, como “por que tantas mulheres são vítimas de violência doméstica?”, levantando uma problemática existente em sociedade, contribuindo para que mais mulheres denunciem a violência sofrida. “Enquanto o ditado popular impõe “o que os olhos não veem o coração não sente”, o documentário O Silêncio das Rosas segue pelo caminho oposto, isto é, abrindo nossos olhos e ouvidos para uma realidade gritante que precisa ser discutida em todas as rodas de conversa e amplamente pela mídia: mulheres estão sofrendo violência dentro de casa por seus companheiros e sendo assassinadas, vítimas da brutalidade, do machismo e do preconceito por elas serem simplesmente ‘mulheres’”.

Como doar

Caso você não possa prestigiar o documentário, mas queira contribuir com a Uopeccan, pode fazer sua doação diretamente no Núcleo Solidário, na Rua Potiguaras, 880 – Santo Onofre. Se preferir, entre em contato pelo telefone (45) 2101-7002.